O que é licenciamento de Software?

Todo programa de computador possui um a licença de uso, mas para conhecer as limitações e aplicações e crucial conhecer como essa licença é definida.

Só assim será possível escolher corretamente as melhores tecnologias para melhorar o índice de vendas de um negócio.

 

O que é licença de software?

A licença é um documento contratual utilizado por empresas desenvolvedoras de softwares. Ela define se a aplicação é de domínio público, se é protegida por leis de copyright e como é tratado o código fonte.

A licença define as regras sobre cópias e alterações no código-fonte e punições para o caso destas não forem seguidas.

 

Como a licença é definida?

As licenças são definidas com base em 2 modelos, o proprietário e o open source. Nesses modelos existe diferença nos direitos de posse, modificação e replicação

 

Software Proprietário

O software proprietário é aquele que tem distribuição do aplicativo delimitada, ao acesso, a fonte, a modificação e revenda do programa. Em boa parte dos casos essas atividades e a integração de códigos a novos sistemas é proibida.

 

Software Open Source

Os sistemas open source são mais flexíveis, possuem diferentes regras para modificação, venda e cópia dos programas, geralmente livres. É geralmente escolhida por negócios que buscam reduzir custos, utilizando ferramentas personalizadas.

 

Existem softwares não licenciados?

Existem softwares sem licenciamento, no entanto, o risco de apostar nesse tipo torna os prejuízos mais possíveis. As leis de copyright podem ou não ser aplicadas nesse caso, mas os programas são protegidos por direitos autorais. Com um software não licenciado não haverá suporte técnico, as penalidades são legais e é possível que o programa perca funcionalidades ao invés de ganhar.

 

Como escolher a licença correta do software?

Primeiro é importante considerar quais funcionalidades serão utilizadas para atender os processos do negócio, também saber quantas pessoas e quantos computadores irão utilizá-lo.

Outro ponto é certificar-se que a licença é projetada para organizações com fins lucrativos, pois sistemas governamentais não podem ser usadas por empresas.



Deixe uma resposta